1
Shares
Pinterest Google+

Depois do Gulfstream G280 bater o recorde de velocidade na rota Califórnia-Havaí, chegou a vez do jatinho executivo de médio porte Legacy 450 da Embraer mostrar o seu valor.

A aeronave do operador canadense AirSprint, lançador do modelo no Canadá, concluiu a façanha nos trajetos Oakland-Maui e Maui-São Francisco.

O primeiro voo partiu no dia 05 de dezembro, e nessa etapa, o Legacy 450 voou a distância de 2.428 milhas (3.907 quilômetros) entre o Aeroporto Internacional de Oakland para o Aeroporto Kahului, na ilha Maui, concluindo o voo em 5 horas e 14 minutos. A aeronave atingiu a velocidade máxima de 833 km/h (450 nós) e conseguiu a média de velocidade de 724 km/h (391 nós), contra ventos de proa de 107 km/h (58 nós), estabelecendo o recorde para esse trajeto.

Comandante Dan Raffaelli (esquerda) e o comandante Gregory Kemplin (direita) foram os homens que levaram o Legacy 450 ao recorde (Embraer)

No voo, além dos dois pilotos, o jatinho Legacy 450 transportou quatro passageiros, 136 quilos de bagagens e reservas de combustível acima do exigido para a operação NBAA IFR, assim como para operações críticas.

No segundo voo, realizado no dia 06 de dezembro, o Legacy 450 partiu do Aeroporto de Kahului para São Francisco, transportando três passageiros, os dois pilotos e uma carga semelhante ao do dia anterior. Em 4 horas e 27 minutos, o jatinho executivo da Embraer voou 2.379 milhas (3.892 quilômetros) estabelecendo uma média de velocidade de 846 km/h (457 nós), com ventos de cauda de 24 nós (44 km/h). Nesse voo, o Legacy 450 atingiu a velocidade máxima de 987 km/h (533 nós) obtendo o segundo recorde nessa etapa – ratificado pela National Aeronautic Association (NAA).

“Estamos felizes por voltar a voar no Legacy 450 neste voo recorde para Havaí”, disse James Elian, presidente da AirSprint.

Baseada em Calgary, Alberta, a AirSpring opera a maior frota de aeronaves de propriedade compartilhada privada do Canadá. A companhia tem como os principais centros de operação em Vancouver, Calgary, Edmonton, Winnipeg, Toronto, Ottawa Montreal e Maritimes.

Registro do recorde

Os dois recordes foram atribuidos pela National Aeronautic Association e serão atribuídos em:

Class C, Aeroplanes;

Subclass: C-1i, Group: III (jet)