Início » Avião da FAB utiliza equipamento de infravermelhos para localizar embarcação

Avião da FAB utiliza equipamento de infravermelhos para localizar embarcação

0
Shares
Pinterest Google+

Um avião de patrulha P-3AM da Força Aérea Brasileira (FAB), do Esquadrão Orungan, localizou, no sábado (03) o catamarã Don Diego III que estava com problemas em suas máquinas a cerca de 40 quilômetros de distância de Porto Seguro, na Bahia, publicou nesta terça-feira (6) a Agência da Força Aérea. A embarcação havia partido de Salvador (BA) e tinha como previsão de chegada ao Rio de Janeiro o dia 30 de novembro.

A missão foi coordenada pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Recife (Salvaero), unidade operacional do Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III) responsável pela coordenação das missões de busca a aeronaves e embarcações na região nordeste do país.

Após as informações passadas pelo Salvaero, no início da noite da sexta-feira (02), as buscas foram imediatamente iniciadas. A primeira decolagem ocorreu à 0h30, horário de Brasília. A localização do veleiro foi confirmada pela aeronave através do sistema radar e FLIR (Forward Looking Infra-Red), poucas horas depois da segunda decolagem, permitindo o contato visual às 9h15. Por rádio, os pilotos da aeronave conseguiram contato com os tripulantes da embarcação e puderam confirmar que estavam bem.

“Graças aos modernos sensores da aeronave é possível a localização de embarcações inclusive no período noturno. Se não fossem esses equipamentos, teríamos que esperar até o amanhecer para iniciar as buscas. O FLIR, por meio do modo termal, nos proporciona uma visão noturna, sendo possível localizar o objeto através da temperatura emitida por ele”, explica o Tenente Claudio Henrique Falcão dos Santos,  operador radar do P-3.

fab-salvamento_1
Lancha de pesca esportiva auxiliou o reboque do catamarã (FAB)

O P-3AM se manteve na área até as 11h30, quando a lancha de pesca esportiva Shotgun aproximou-se na área, auxiliando no reboque da embarcação até Porto Seguro.

“É importante participar de uma missão dessa natureza e ajudar as pessoas. Para nós, a localização dessa embarcação é o retorno de um bom trabalho realizado com treinamento e emprego dos meios modernos embarcados na aeronave”, complementa o Tenente Falcão.

FLIR

O FLIR (do inglês “Forward Looking Infra-Red”) ou sensor de visão frontal infravermelha, é um dispositivo que detecta a radiação infravermelha emitida por objetos “quentes” , ou seja, que emitem ondas de radiação infravermelha. O sistema recebe energia térmica emitida para formar, com a ajuda de um processador digital, imagens tridimensionais dos objetos observados, criando uma espécie de “retrato térmico” em tempo real.

Esse tipo de sistema é tipicamente utilizado na aviação militar em missões noturnas ou de baixa visibilidade como busca e salvamento, patrulhas, vigilância, reconhecimento ou em combate, onde foi utilizado pela primeira vez ainda na Guerra do Vietnã.

Casulo de navegação aeronáutica baseado em FLIR (David Monniaux)
Casulo de navegação aeronáutica baseado em FLIR (David Monniaux)
Directa Seguros