3
Shares
Pinterest Google+

O jatinho executivo Global 7000 da Bombardier realizou uma incrível conquista. A aeronave que voou pela primeira vez a cerca de quatro meses, abriu com sucesso os testes de envelope de voo, ao atingir a velocidade de Mach 0.995, e quase ultrapassa a barreira do som, Mach 1.

O registro foi alcançado na semana passada pela a aeronave de teste FTV1 (Flight Test Vehicle – 1) que decolou do centro de testes em voo da Bombardier em Wichita, no estado norte-americano do Kansas, anunciou a fabricante canadense de aeronaves.

Enquanto isso, a Bombardier anunciou que os outros dois jatos Global 7000 estão a mostrar uma excelente confiabilidade dos sistemas, e garante que o programa segue no cronograma previsto.

“Nossos veículos de teste em voo continuam a mostrar um alto grau de maturidade nos testes, em diversos casos, executando duas vezes ao dia”, disse Michel Oullette, vice-presidente sênior do programa Global 7000 e 8000. “Agora estamos em um momento forte do programa, e em vias de entrar em serviço em 2018. O FTV1 realizou o seu voo inaugural em novembro de 2016… e, até agora acumulou cerca de 200 horas de voo”, acrescentou o executivo.

Veja também:

O FTV2, que voou pela primeira vez no dia 4 de março, em Toronto, no Canadá, foi desde então transferido para o centro de testes em voo da Bombardier em Wichita. A aeronave está a realizar testes de propulsão, mecanismos elétricos e mecânicos.

O Global 7000 foi desenvolvido para transportar até 19 passageiros e quatro tripulantes. O jatinho de médio porte foi projetado para a velocidade máxima de operação de  Mach 0,925, e um alcance de 7.400 milhas náuticas (13.705 quilômetros) em Mach 0.85 com oito passageiros.

Conheça o interior do Global 7000:

Directa Seguros