3
Shares
Pinterest Google+

A Airbus anunciou hoje (19) que o primeiro A330neo de testes voou pela primeira vez. O voo da variante A330-900 (MSN1795), decolou do Aeroporto de Toulouse-Blagnac, e 4 horas e 13 minutos depois, pousou no mesmo aeroporto, completando com sucesso o primeiro voo, de acordo com a Airbus.

A bordo do A330neo seguiu seis tripulantes, sendo eles os pilotos de testes Thierry Bourges e Thomas Wilhelm, o Engenheiro de testes em voo Alain Pourchet. Enquanto isso, a monitorar em tempo real os sistemas e performance na estação de engenharia de testes em voo, estavam os engenheiros Jean-Philippe Cottet, Emiliano Requena Esteban e Gert Wunderlich.

Fabrice Brégier, COO da Airbus e Presidente da Airbus Commercial Aircraft disse:

“O primeiro voo do A330neo hoje é mais um marco ao longo da continua jornada de inovaçãoda Airbus”. “Meus parabéns e agradecimentos a todas as equipes que contribuíram para que o voo de hoje acontecesse e aos nossos clientes por escolherem esta aeronave muito eficiente e capaz de fornecer vantagens no mercado. Estamos ansiosos para uma campanha de testes de voo bem sucedida e a entrada em serviço do A330neo em 2018”.

Chegada do A330neo ao Aeroporto de Troulouse-Blagnac, após um voo de mais de quatro horas (Divulgação)

A campanha de testes de voo do A330-900 vai incluir 1.100 horas de voo até alcançar a certificação de tipo da FAA e EASA, em meados de 2018. Já a variante menor do A330neo, o A330-800, vai realizar 300 horas de voo para a certificação. Segundo a Airbus, os testes com o A330-800 iniciará no devido tempo.

O programa de testes serão realizados em um ambiente de “companhia aérea”, para garantir a máxima maturidade e confiabilidade da aeronave na entrada em serviço com o operador de lançamento, a TAP Portugal, que vai receber a variante -900. Nesta fase, também será definida a maturidade da documentação da aeronave de modo que fique disponível para as companhia aéreas na entrada em serviço, de acordo com a Airbus.

Os testes em voo serão realizados por duas aeronaves A330-900 e uma A330-800. Para complementar os testes de voo, a primeira aeronave de produção, um A330-900, será encarregue de validar a nova cabine ‘Airspace’.

O A330neo está equipado com os novos motores Rolls-Royce Trent 7000 (Divulgação)
Sobre o A330neo

Lançado em julho de 2014, o A330neo é a mais recente geração de aeronaves da Airbus, e inclui duas variantes: o A330-800 e A330-900.

Ambas aeronaves de fuselagem larga (widebody) incorporam os novos motores Rolls-Royce Trent 7000, naceles, pylons de titânio, novas asas e uma cabine Airbus ‘Airspace’.

As características mais visíveis do A330neo são as novas asas com o total de 64 metros de comprimento e Sharklets curvos especialmente desenvolvidos com base na tecnologia das aeronaves A350 XWB. Características menos visíveis, mas igualmente importantes contam com os aperfeiçoamentos aerodinâmicos em 3D ao longo do perfil da asa.

Graças ao novo interior ‘Airspace’, com diversos mecanismos de cabine para aliviar espaço de cabine útil, tanto o A330-800 como o A330-900, acomodarão mais 10 passageiros que as variantes antecessores . Isso garante que cada passageiro possa desfrutar de um nível de conforto real significativamente melhor que as antigas variantes.

O A330-800 em uma configuração típica de três classes pode acomodar 257 passageiros, enquanto o A350-900 pode receber até 287 assentos.

Até o momento, a Airbus tem uma carteira de encomenda para 212 jatos A330neo para 12 clientes.