2
Shares
Pinterest Google+

A United Airlines voou hoje (07) pela última vez, uma das aeronaves mais inconfundíveis do mundo: o Boeing 747, ou “Queen of the Skies” como é conhecido pelos amantes da aviação.

Recriando o passado, o último voo reproduziu o primeiro voo do Jumbo com as cores da companhia em 1970. O voo UA747 partiu de São Francisco com destino a Honolulu. A bordo, mais de 300 clientes, funcionários e convidados, embarcaram no fim da história do ícone da aviação mundial ao serviço da United.

Durante o voo, foi elaborado um menu inspirado nos anos 70, servido por comissários de bordo vestidos com uniformes retros.

“O icônico 747 é um avião extraordinariamente especial e sinalizou uma nova era de viagens aéreas que foi igualmente reconhecido e amado por nossos clientes e tripulação”, disse Oscar Munoz, CEO da United. 

O regresso ao passado iniciou mesmo antes do embarque. Com uma festa no portão de embarque, todos que iam embarcar no último voo do Jumbo puderam ver uma galeria de fotos da aeronave e colaboradores da companhia com uniformes retros. Além de toda festa, os clientes puderam assinar o cartão de aposentadoria da 747 e, claro, degustar um bolo.

Na chegada a Honolulu, como não poderia ser diferente, colaboradores da United receberão o 747 com festa para fechar o dia histórico.

Linha do tempo do 747 na United

26  de junho de 1970: A United Airlines recebeu o primeiro 747-100 com uma cerimônia de batismo de luxo.

23 de julho de 1970: United realiza o primeiro voo comercial com o 747, na ligação São Francisco/Honolulu.

22 de abril de 1985: A United anuncia a intenção de adquirir as rotas da Pan Am no Pacífico, bem como a aquisição de 11 Boeing 747SP. Os 747SP apresentam uma fuselagem de menos 14,63 metros de comprimento e capacidade de voar mais alto, mais rápido e maior alcance que os modelo padrão do 747.

29 e 30 de janeiro de 1988: Batizado de Friendship One, um 747SP da United bateu o recorde de velocidade ao dar uma volta a volta do mundo em 36 horas, 54 minutos e 15 segundos. O voo de caridade levava a bordo US$ 500 mil para instituições de caridade para crianças através da Friendship Foundation. Cada passagem teve o custo de US$ 5 mil e a bordo da aeronave seguia passageiros especiais como Neil Armstrong, o famoso piloto de testes Bob Hoover, a viúva do fundador da Lear Jet, Bill Lear, entre outros.

Junho de 1989: A United Airlines recebe o seu primeiro 747-400 de maior alcance.

Setembro de 1996: Um 747SP anteriormente operado pela United foi transformado em um Observatório Estratosférico para Astronomia por Infravermelhos (do inglês SOFIA). A aeronave carrega uma telescópio de infravermelhos de 17 toneladas montado próxima de sua empenagem com uma porta deslizante.

11 de janeiro de 2017: United anuncia a retirada da frota de aeronaves 747-400 no último trimestre de 2017.

28 de julho de 2017: A United programa um voo doméstico especial de Chicago O’Hare para São Francisco para oferecer a mais pessoas a oportunidade de se despedir da Rainha dos Céus.

29 de outubro de 2017: A United faz o último voo internacional com o 747, voando de Seul, Coreia do Sul para São Francisco.

7 de novembro de 2017: A era Boeing 747 na United Airlines termina com um voo especial que recria o primeiro voo em 1970 ao serviço da companhia.